Super Players
Olá!!!

No momento, o forum esta inativo. Mas estarei respondendo as perguntas sobre duvidas dos jogos e de qualquer outro tema no forum www.forum-vp.com

É um forum que é especializado em jogos da Plataforma do Xbox360, PlayStation3 e do PlayStation 2, alem de outros temas diversos.

Estarei a sua espera por lá.
Obrigado.

The Racer


http://superplayers.forumbom.com/h2-forumeiros
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
<<
 

 Call of Duty : Black Ops (Análise)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Zanelatto

AdministradorAdministrador


Mensagens : 318
Pontos de Respeito : 11128
Data de inscrição : 29/08/2010
Idade : 26
Localização : Perdido no RS

Ver perfil do usuário http://zanelatto-marvadosfc.blogspot.com/
MensagemAssunto: Call of Duty : Black Ops (Análise) Dom 09 Jan 2011, 12:49 pm

Call of Duty Black Ops



Fabricante: Treyarch
Distribuidora: Activision
Lançamento: 09/11/2010
Gênero: FPS (First Person Shooter)
Plataformas: Xbox 360, PlayStation 3, Wii e PC


Introdução:

Depois de vivenciar Modern Warfare, você, que ainda está com seus nervos de aço destroçados, é convidado pela Treyarch a jogar o novo game da série de guerra Call of Duty: Black Ops. O triunfo dos americanos e russos na guerra trouxe agora mais conflitos entre eles, e durante o jogo você fará o papel de Alex Mason, um soldado das forças especiais americanas.

O jeito com o qual é
“contada” a história é muito contagiante. Tome cuidado para não ficar literalmente alucinado com as cenas de tortura e com os flashbacks de Mason. De modo geral, a perspectiva faz jus à qualidade apresentada anteriormente nas campanhas de outros Call of Duty.

O próprio estilo dos cenários (por mais que os gráficos apresentem alguns defeitos) entra em sintonia com os demais aspectos técnicos e colabora bastante para a formação de um conjunto convidativo. Imersão é o que não falta tanto na campanha quanto nas emocionantes batalhas multiplayer de Black Ops.

No decorrer da história, o jogador enfrentará muitas missões de diferentes tipos, desde espionagens, ataques aéreos e tiroteios em terra.

Jogabilidade:

Além dos já comuns rifles e metralhadoras, Mason teve seu arsenal estendido a ferramentas mais simples, como facas. Mas prepare-se, porque o lado inimigo também porta muitos tipos de armas, que muitas vezes acabam por surpreender.

O game faz jus ao nome Call of Duty quanto à interação de jogadores. O multiplayer é mais uma vez uma das maiores atrações de todas as aventuras que você vai enfrentar durante a trama. Durante esse modo de jogo é possível habilitar e liberar armas e acessórios, e inclusive ter uma classe para seu soldado.

Quanto aos controles, são de fácil aprendizagem. Não muito complicado para os iniciantes, mas também não muito fáceis para os que já têm alguma experiência. São simples e precisos.

Gráficos:

Gráficos também mantém o sucesso anterior da franquia .Os personagens têm expressão, os cenários também dão um ar de violência, sombrios. Mas ainda assim possuem alguns defeitos de sombreamento e outros leves de movimentação, quase imperceptíveis. Que nem afetam muito o game.

Sons:

A dublagem, produzida por carinhas conhecidas no mundo cinematográfico como Sam Worthington e Ed Harris, esta perfeita, não apenas em cutscenes, mas durante a ação mesmo, está muito realista. Os efeitos sonoros também dão seu show com os tiros de armas pesadas e lentas e as automáticas, com explosões ensurdecedoras, com derrapagens, gritos, e muito mais.

Conclusão:

Black Ops é um ótimo jogo. Aliás, é um game bastante recomendado para quem nunca teve contato com títulos do gênero FPS. O título honra a série de várias formas diferentes e, analisando-o amplamente, foi muito bem feito. Para os fãs assíduos de CoD, é uma compra praticamente obrigatória.

É possível afirmar que a curta duração da campanha é compensada pela ampla experiência multiplayer que o game oferece. Sem contar que até mesmo zumbis aparecem para diversificar um pouco as atividades do jogador.

No entanto, a falta de aspectos inovadores, e os demais defeitos não permitem que o título possa ser considerado um marco na história dos games de tiro. É uma opção excelente de FPS e simboliza bem a franquia. Com certeza, mas deixa um pouco a desejar para quem procura novidades em Call of Duty.

Imagens :

Spoiler:
 

------------------------- © Super Players - Todos os direitos reservados -------------------------


"Treino é jogo, jogo é guerra..."
I...I loose D=
Voltar ao Topo Ir em baixo
The Racer

AdministradorAdministrador


Mensagens : 807
Pontos de Respeito : 11921
Data de inscrição : 29/08/2010
Idade : 30

Ver perfil do usuário
MensagemAssunto: Re: Call of Duty : Black Ops (Análise) Dom 23 Jan 2011, 10:55 am

Muita gente fala que o jogo é curtissimo... mas ja ouvi tambem que o Call of Duty Morden Warfare era curto, e não achei curto não.

Quantas fases tem +/- esse jogo ai?!

------------------------- © Super Players - Todos os direitos reservados -------------------------









Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Call of Duty : Black Ops (Análise)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Super Players :: Xbox360 :: Jogos-