Super Players
Olá!!!

No momento, o forum esta inativo. Mas estarei respondendo as perguntas sobre duvidas dos jogos e de qualquer outro tema no forum www.forum-vp.com

É um forum que é especializado em jogos da Plataforma do Xbox360, PlayStation3 e do PlayStation 2, alem de outros temas diversos.

Estarei a sua espera por lá.
Obrigado.

The Racer


http://superplayers.forumbom.com/h2-forumeiros
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
<
 

 Ace Combat 6: Fires of Liberation (Análise)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
The Racer

AdministradorAdministrador


Mensagens : 807
Pontos de Respeito : 11921
Data de inscrição : 29/08/2010
Idade : 30

Ver perfil do usuário
MensagemAssunto: Ace Combat 6: Fires of Liberation (Análise) Dom 12 Set 2010, 3:46 pm

Ace Combat 6: Fires of Liberation



AVALIAÇÃO FINAL 8,6
Jogabilidade: 9.0
Gráficos: 8.0
Áudio: 9.0
Diversão: 9.5
Desafio: 7.5

Prós:
Ace Combat 6 conta com uma jogabilidade já conhecida pelos seus fãs: simples e direta. O curto tempo de aprendizado é responsável por tornar o jogo ainda mais divertido, no melhor estilo árcade. Além disso, os gráficos e a trilha sonora são excepcionas, ampliando ainda mais a sensação de ser um piloto de caça.

O modo online oferece ainda mais diversão para os jogadores. É possível jogar cooperativamente ou de maneira competitiva, basta selecionar um dos diversos modos e partir para a briga. Existe uma grande quantidade de conteúdo para download, incluindo alguns gratuitos, algo que garante muita diversão com Fires of Liberation.

Contras:
Modo campanha é relativamente curto, e as missões iniciais não despertam muito interesse ao jogador. Ao se aproximar da superfície, os gráficos se tornam borrados e desagradáveis.

Surpreenda-se com os combates aéreos de Ace Combat 6.

Ace Combat já possui uma bela tradição nos videogames. A primeira versão, lançada em 1995 pela Namco, atingiu o PlayStation com muito impacto. Intitulado Ace Combat no Japão e Air Combat no restante dos continentes, o título colocava o jogador na pele de um piloto de avião, que era responsável por salvar o país Kaluga das forças terroristas.

Para isso, era necessário destruir vários alvos diferentes que eram espalhados pelo mapa. Diversas aeronaves podem ser selecionadas pelo jogador, cada uma com atributos distintos. Sua jogabilidade simples, em estilo arcade, unida a físicas semi-realistas conquistaram o mundo todo, e iniciava-se uma nova franquia.



Em 1997 chegava então Ace Combat 2, com título unificado para todo o mundo, deixando para trás o nome Air Combat. Basicamente, o jogo mantinha os aspectos de seu predecessor, com jogabilidade similar e com gráficos equivalentes. Desta vez, o jogador era introduzido no continente fictício de Usea, que seria estrelado em várias outras entradas da franquia.
Com o sucesso do segundo título, a Namco lançava em 1999 Ace Combat 3: Electrosphere para PlayStation. O terceiro Ace Combat se passava em uma era futurista, com aviões utópicos e armas totalmente diferentes das quais os jogadores estavam habituados. O jogo não foi tão bem recebido quanto seus antecessores, pelo menos fora do Japão, devido ao ambiente retratado e uma série de limitações da versão ocidental.

Levantando vôo
Finalmente, em 2001, o jogo voava ainda mais alto. O PlayStation 2 recebia Ace Combat 04: Shattered Skies, com gráficos extremamente bem polidos e possibilidades nunca presenciadas nas versões anteriores. Com uma bela narrativa e jogabilidade intuitiva, AC04 demonstrava que ainda contava com muito combustível para queimar.

Mais duas entradas chegavam ao saudoso console da Sony. Destaque para Ace Combat 5: The Unsung War, jogo de total sucesso e com muitos aprimoramentos em relação aos antecessores. Nele, jogadores eram presenteados com gráficos ainda mais espetaculares, em que se podia perceber a chama do incinerador traseiro, o rastro dos mísseis e detalhes nas explosões e árvores.

Além disso, The Unsung War oferecia cerca de 32 missões no modo campanha e 30 em arcade, algo que superava facilmente as 18 fases do jogo anterior. A possibilidade de solicitar um wingman (piloto que controla outro avião e é responsável por manter-se ao lado do líder do esquadrão), o que adicionou ainda mais diversão ao jogo.



Os aviões também chegaram aos portáteis, com uma versão lançada para Game Boy Advance e outra para PSP. Ambas atingiram um sucesso razoável, voando magnificamente também nos consoles de bolso. Contudo, com o lançamento das plataformas de última geração, fãs se viram ansioso para um novo jogo que aproveitasse os recursos técnicos dos consoles.

Em 2007, a Namco finalmente anunciava Ace Combat 6: Fires of Liberation, título exclusivo para o Xbox 360. Sem dúvidas, o título conta com os atributos mais impressionantes em relação aos antecessores, contando com belos gráficos e uma jogabilidade agradável. Além disso, a possibilidade de jogar online e contra seus amigos é algo que muitos fãs desejam há um bom tempo. Mesmo com um início não tão intenso, Ace Combat 6 sem dúvidas levanta vôo de maneira majestosa, e com certeza conquistará o jogador.

Os azes do céu
Quem já está habituado com a série provavelmente vai se surpreender com o mais novo jogo de Ace Combat. Um dos fatores que mais chama a atenção é a história abrangida pelo jogo, que é repleta de drama. Existe uma extensa rede de histórias pessoais que são retratadas pelo jogo, e boa parte delas vai ao menos prender sua atenção entre uma missão e outra.

Cutscenes exibindo uma mãe que acaba de perder sua filha também seu marido, ex-piloto da aeronáutica, um piloto inimigo e muitos outros personagens, aparecem com freqüência para alimentar a emoção do título. A história, contudo, aparenta estar desconectada com o jogo em si, pois algumas cenas não estão necessariamente ligadas com o que o jogador tem de cumprir no céu em chamas.

Mesmo apresentando belos gráficos, com direito a uma extensa variedade de filtros, pode-se dizer que a sincronia labial não é das melhores, já que as animações foram baseadas no áudio original, em japonês. Em suma, basicamente o jogo coloca você como um observador, capaz de presenciar diversos acontecimentos que não estão ligados uns aos outros.

O mundo abrangido pelo jogo é, assim como nos jogos anteriores, fictício, mas existem várias características que são extremamente similares ao nosso planeta real. Os bem intencionados cidadãos de Emmeria aparentemente representam o lado ocidental, enquanto o povo da Estovakia tem fortes semelhanças com a União Soviética — principalmente quando ouvimos os “emmericanos” se referindo aos inimigos como Stovies (similar a Soviets, apelido dos soviéticos em inglês). Mas, nada de semelhanças com a Guerra Fria.

O bom e velho manche de Ace Combat
Felizmente, o jogo ainda conta com uma jogabilidade semelhante aos antecessores, porém significativamente aprimorada. As batalhas são velozes e intensas e, mesmo sendo um novato, você não levará mais de 15 minutos para se acostumar com a simplicidade do jogo. Voar é algo realmente tranqüilo de se fazer em Ace Combat 6. É importante destacar que o jogo não é um simulador de vôo real, apoiando-se mais no estilo arcade.




Em vez de ser obrigado a carregar apenas alguns mísseis em seu arsenal, e ser obrigado a passar horas treinando para realizar uma manobra, Fires of Liberation foca-se na diversão. Sua velocidade é controlada pelos gatilhos, enquanto a guinada fica por conta do RB e LB. Para controlar a aeronave, basta movimentar o analógico direito. Caso esteja com problemas, o jogo ainda oferece a possibilidade de usufruir de um sistema de controles para novato, mas, provavelmente, isso não será necessário.

O esquema padrão é de fácil aprendizado, e ainda fornece uma precisão maior sobre seu caça. Mas, caso realmente deseje se sentir como um piloto, Ace Combat 6 conta com um pacote especial no qual um manche é incluído. Este joystick faz com que o jogador realmente se sinta em um cockpit, e ampliam significativamente a experiência do jogo. Entretanto, não há o que se preocupar caso não conte com as condições de adquiri-lo, pois o controle com certeza dará conta do recado.


Manche opcional do jogo





Aeronaves para todos os gostos
Além disso, existem vários cockpits virtuais que podem ser escolhidos pelo jogador. Um bom número de aeronaves reais fazem parte de Ace Combat 6, exemplos como o F-22 Raptor e Tornados são apenas alguns dos disponibilizados. O sistema de controles não se altera, mas os diferenciais de uma nave para outra podem ser extremamente decisivos em combate.

Antes de cada missão, o jogador conta com um breve resumo das operações que deverão ser feitas, e alguns mapas ainda permitem a seleção da posição inicial. Ao selecionar a aeronave, é possível escolher diversas armas especiais com foco para ataques terrestres ou aéreos. Alguns dos aviões contam podem suportar mais armas que os demais, o que obriga o jogador fazer uma seleção cautelosa. É possível adquirir novos equipamentos para cada aeronave, mas estes só podem ser utilizados no avião em que foram compradas.

As diferenças em jogo podem ser evidenciadas em momentos cruciais do jogo, como nas evasões, por exemplo. Algumas aeronaves podem perder a sustentação com mais facilidade em relação às demais, enquanto outras, mais rápidas, podem destruir alvos múltiplos com facilidade. Provavelmente, você irá repetir as missões com diversos caças diferentes, já que cada um oferece uma experiência diferente.

Turbulência inicial
As primeiras missões podem assustar o jogador, pois demonstram pouca ação e são relativamente fáceis. Contudo, a partir da quarta ou quinta, as propostas se tornam mais interessantes, e envolvem diversos objetivos em uma só missão. Sem dúvidas, o jogo demora um pouco para realmente iniciar, mas uma vez em ação se torna extremamente viciante.

Algumas missões envolvem a eliminação de alvos aéreos ou até mesmo terrestres, o que pode resultar num grande caos visual. E isso é bom, acredite. A intensa ação não chega a causar frustração no jogador, já que muitas vezes o jogo lhe oferece o necessário para completar os níveis em harmonia.

Um dos exemplos dos benefícios do jogo é o wingman, que fornece suporte e até ataca os inimigos conforme as ordens do jogador. Sua inteligência artificial é boa, e muitas vezes você irá notá-lo agindo por conta própria e eliminando os Estovaks. Caso queira, ainda é possível selecionar posturas para ataque ou cobertura através de um simples toque no direcional digital. Isso é pode trazer muitos benefícios ao jogador, basta utilizá-lo no momento certo e terá um resultado avassalador.

O som de um conflito
Tudo isso exige muita comunicação, e certamente podemos notar que diálogos é o que não falta em Ace Combat 6. As falas contam com um papel importante no jogo, já que, muitas vezes, fornecem dicas essenciais para completar o objetivo. A emoção muitas vezes pode ser notada nos diálogos, mas algumas são completamente isentas de qualquer sentimento.




Fora isso, o áudio também apresenta excelentes faixas orquestradas que regam de maneira magistral o conflito. Além das músicas, Ace Combat 6 também oferece vários efeitos de som incríveis, como a explosão dinâmica dos aviões, os tiros, e o barulho do vento cortando suas asas.

Ace Combat Google Earth
Os visuais também são surpreendentes. As belas explosões que estouram no céu são belas, e o rastro dos mísseis decora o jogo de maneira incrível. Detalhe para os efeitos de fumaça, que podem ser vistos por toda a cidade. A variedade de ambientes também é de deixar o queixo caído. Você vai passar por cidades, desertos, montanhas e muito mais enquanto destroça as aeronaves inimigas.

Os detalhes são excelentes, principalmente quando vistos de longe. A draw distance também não deixa a desejar, e consegue desenhar grandes distâncias sem qualquer problema. Tudo acompanhado por uma taxa de quadros por segundo estável para não denegrir a imagem de Ace Combat.





Mesmo com uma campanha curta em relação aos antecessores, o título conta com um modo que aumenta significativamente sua longevidade. Trata-se da modalidade online, que conta com excelentes modos para multiplayer repletos de diversão. Mesmo sem poder visualizar a aeronave ao selecioná-la, este modo conta com diversos pontos positivos que farão com que o jogador se esqueça da campanha principal.

Aeronaves dominam o Xbox 360
Em Online você pode jogar em batalhas contra times para até 16 jogadores, ranqueadas ou não, e escolher uma série de aeronaves diferentes sem precisar desbloqueá-las no modo principal. Caso desejar, o título oferece um modo cooperativo. A incrível variedade de conteúdo para download, muitos deles gratuitos, é outro fator que contribui para a diversão de Ace Combat 6.

Fires of Liberation certamente mantém firme o manche da série. Contando com diversas características que consolidaram a franquia, Ace Combat 6 ainda introduz uma série de novidades regados por gráficos e trilhas incríveis. Para manter a longevidade, existem várias recompensas para o jogador, como medalhas, aeronaves, armas especiais e muito mais. Sem contar, é claro, com os modos online e o conteúdo para download, aspectos que garantem um excelente vôo de Ace Combat no Xbox 360, tanto para novatos quanto para veteranos.
Fonte

------------------------- © Super Players - Todos os direitos reservados -------------------------









Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Ace Combat 6: Fires of Liberation (Análise)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Super Players :: Xbox360 :: Jogos-